Vicentinos _ Sociedade São Vicente de Paula

A busca pela Santificação Pessoal motivou Ozanam e seus companheiros a fundar a Sociedade de São Vicente de Paulo. Prestar serviços aos que estiverem em dificuldades e levá-los a Deus sempre que possível é uma missão que faz parte do dia a dia dos vicentinos. A maior
preocupação de Ozanam era o aprimoramento espiritual de seus participantes, sendo os assistidos os providenciais meios que Deus nos deu para isso.
Frederico Ozanam deixa como exemplo que o vicentino deve insistir na promoção integral do assistido, orientando-o no plano material, mas muito mais no plano espiritual, para levá-lo a participação no Reino de Deus. Dessa forma, os vicentinos devem estar sempre buscando orientações e atualizando-se nas modernas maneiras de assistir os homens de nossos dias, em suas misérias.
Para que a caridade seja organizada, surgiram as Conferencias Vicentinas: grupos de pessoas, formadas, de no máximo, 15 (quinze) membros. É por meio de reuniões semanais que os voluntários planejam o atendimento as famílias necessitadas e dividem a equipe para a realização de visitas aos assistidos. Uma forma de estar mais próximo dos pobres, e propor novas soluções para amenizar as desigualdades sociais.